Varizes Internas ou Trombose Venosa Profunda: como identificar?

O que é Trombose Venosa Profunda?

A Trombose Venosa Profunda, erroneamente conhecida como varizes internas, é uma doença grave que pode levar à morte. Ela é caracterizada pela formação de coágulos sanguíneos nas veias profundas dos membros – principalmente das pernas. Isso pode dificultar ou bloquear a passagem de sangue.

Uma das possíveis complicações deste quadro é o trombo fluir para o sangue, atingindo outros órgãos importantes, como o pulmão e o coração. Graves consequências podem ocorrer com isso, como a embolia pulmonar.

Normalmente, o trombo se forma na panturrilha ou na batata da perna. No entanto, ele também pode se instalar nas coxas e, ocasionalmente, nos membros superiores.

Quais são os sintomas das Varizes Internas?

coxa feminina com vermelhidão na parte posterior

Há casos em que a trombose venosa profunda, também conhecida como varizes internas, é assintomática, e o paciente pode perceber quando já for tarde demais. Quando apresenta sintomas, eles podem incluir:

  • Inchaço da perna;
  • Vermelhidão;
  • Dor intensa que piora com o tempo.

Sempre que surgirem os sintomas, é importante que você procure um médico e um diagnóstico correto, para iniciar o tratamento adequado o mais rápido possível.

Tome cuidado com os seguintes sintomas, que podem significar um avanço na doença, que já formou complicações:

  • Inchaço, dor, calor, vermelhidão e rigidez da musculatura na região em que se formou o trombo são os principais sintomas de embolia pulmonar;
  • Inchaço, cor mais escura da pele, endurecimento do tecido subcutâneo, eczemas, úlceras são sintomas característicos de síndrome pós-flebítica.

Causas da Trombose Venosa Profunda:

paciente na consulta com o médico para avaliar trombose venosa profunda

A trombose venosa prolongada costuma se desenvolver em casos de imobilidade prolongada. Ou seja, se você costuma ficar muito tempo na mesma posição, sentada por horas, faz muitas viagens, pode correr o risco de desenvolver a doença. Casos de permanência no leito em repouso por causa de cirurgias ou doenças também podem ser uma causa significativa. Lesões nos vasos e desequilíbrios na coagulação do sangue acabam evoluindo, em alguns casos, para um quadro de trombose. Mulheres fazendo uso de anticoncepcionais têm um risco maior de desenvolver a doença.

Fatores de risco:

  • Predisposição genética;
  • Idade acima de 40 anos;
  • Obesidade;
  • Gravidez e pós-parto;
  • Câncer;
  • Uso de anticoncepcionais;
  • Hormonoterapia;
  • Dificuldade de andar;
  • Traumas;
  • Veias varicosas;
  • Tabagismo;
  • Cirurgias de longa duração;
  • Insuficiência cardíaca e respiratória;
  • Viagens aéreas ou terrestres que obriguem o passageiro a ficar sentado por muitas horas;
  • Desidratação.

Essa doença tem cura?

Essa doença tem cura se o tratamento for feito da maneira correta e seguido à risco. Caso contrário, cerca de 50% dos pacientes com Trombose Venosa Profunda irão apresentar embolia pulmonar. Se não tratado, há riscos de morte. O tratamento consiste na diminuição do risco de embolização dos pulmões, impedimento do crescimento do trombo e da formação de novos trombos.

Qual o melhor tratamento?

pessoa colocando meia para tratamento de varizes internas

O diagnóstico costuma ser feito com a ultrassonografia Dopples das veias dos membros afetados. Outros exames como a angiotomografia computadorizada ou a angiorressonância magnética também podem ser utilizados.

Para tratar as varizes internas, é preciso o uso de medicamentos anticoagulantes, que devem ser prescritos por um médico cardiologista ou um cirurgião vascular. Em casos mais graves, alguns pacientes precisam ser internados para o tratamento ocorrer da melhor forma possível.

A Heparina e a Varfarina podem ser utilizadas no tratamento também. São medicações orais e injeções subcutâneas. Com a evolução da medicina, a cada dia são desenvolvidas novas medicações que também podem ser eficazes no tratamento da trombose e diminuírem os riscos de sangramento. O tratamento com remédios deve ser feito por, no mínimo, 3 meses. As meias de compressão também devem ser utilizadas, mas por um período bem maior: de 2 a 3 anos. Elas devem ser de 30 a 40 mmHg. O médico também pode optar pela colocação de um stent metálico, inserido cirurgicamente dentro da veia, para garantir a boa passagem do sangue.

A trombose venosa profunda pode aparecer nos membros inferiores?

Comumente esta doença aparece nos membros inferiores, principalmente nas veias da perna, coxas ou região pélvica.

Fontes:

http://www.luzimarteixeira.com.br/wp-content/uploads/2011/04/trombose-venosa-profunda.pdf

https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/68342/2-s2.0-21844454172.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Post criado 6

Um comentário sobre “Varizes Internas ou Trombose Venosa Profunda: como identificar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo