Saiba Tudo sobre as Varizes Esofágicas e como Tratar o Problema Definitivamente

As varizes esofágicas, que também são conhecidas como varizes do estômago, são veias aumentadas que ficam no esôfago. Esse órgão em forma de tubo liga a garganta ao estômago. Elas são consideradas veias anormais que se desenvolvem quando o fluxo de sangue para o fígado é bloqueado e é comum que atinja pessoas com graves doenças no fígado.

As varizes esofágicas são caracterizadas principalmente pelo sangramento que vem junto ao vômito. Normalmente este é o único sintoma mais visível do problema e quando isso acontece quer dizer que o problema de saúde se encontra mais avançado e que o cuidado com o tratamento deve ser redobrado.

Esse tipo de varizes pode gerar vômitos com sangramento, fezes escuras ou com sangue, evacuações com sangue, pele pálida, tontura e perda de consciência. Em alguns casos graves, acontece choque hemorrágico, quando a pessoa perde mais de 20% de sangue ou do fluido corporal, podendo ser fatal.

Por isso é fundamental entender como seu corpo se manifesta quando possui varizes esofágicas, e assim procurar ajuda médica o mais rápido possível. Somente dessa forma será possível ter acesso a um tratamento adequado e eficaz.

Quer saber mais sobre varizes esofágicas, como identificar os sintomas e como tratar? Continue a leitura e fique por dentro de tudo sobre o assunto!

Saiba quais os Procedimentos para Controlar e Combater os Sangramentos das Varizes Esofágicas

imagens de varizes esofágicas

O sangramento das varizes esofágicas acontece quando há ruptura nas varizes. Em alguns casos, pode ser fatal. Elas são vasos sanguíneos dilatados e tortuosos que se formam na parede do órgão. A medida que se tornam piores e mais graves, podem correr o risco de romper e fazer com que sangrem gravemente.

Quando acontece o aumento da resistência do fluxo sanguíneo na veia porta, é possível que as varizes se formem. Essa veia é responsável por drenar o sangue proveniente dos órgãos abdominais. Quando acontece o aumento e a dilatação das varizes, o processo se altera e um dos sintomas é o sangramento.

Existem procedimentos que combatem o sangramento, prevenindo que outros surjam e estes procedimentos podem ser feitos com remédios beta-bloqueadores ou através de procedimentos cirúrgicos como escleroterapia, cianoacrilato e ligadura elástica.

Conheça a Classificação das Varizes Esofágicas e Entenda quais delas são as Mais Graves

As varizes esofágicas são classificadas em três tipos, conforme seu grau de estágio e gravidade. Lembrando que, quanto maiores as varizes, maior o risco de ocorrer sangramento.

  • F1: se ocupa menos de 1/3 da luz do esôfago e ainda tem a forma de uma “linha reta”;
  • F2: são menores ou iguais a 2/3 da luz do esôfago e já tem a forma de “cobra”;
  • F3: passam o centro do esôfago e têm uma aparência de tumor.

As varizes esofágicas também podem ser divididas em duas cores,  sendo elas:

  • Branco: se a parede é espessa com pele rosada e destaca-se desde a mucosa do esôfago;
  • Azul: se a parede é fina e mostra a cor do sangue venoso que flui dentro.

Dependendo da dor e do grau da sua classificação, serão recomendados tratamentos específicos. Contudo, é importante ressaltar a consulta médica caso os sintomas apareçam, ou se a pessoa sentir qualquer anomalia no seu bem-estar. Somente o profissional especializado é capaz de prever o diagnóstico correto e o melhor tratamento para combater as varizes esofágicas.

Saiba Como Tratar as Varizes Esofágicas e veja mais sobre a Ligadura Elástica!

Tratamento para varizes esofágicas

A ligadura elástica é considerada um dos melhores procedimentos para tratar as varizes esofágicas. O método consiste em prevenir a ruptura dos vasos dilatadas, prevenindo uma possível hemorragia digestiva. Além disso, também é utilizada para acabar com um sangramento já existente.

O procedimento com a ligadura elástica consiste em colocar um anel de borracha em volta da variz. Dessa forma, faz ela diminuir de tamanho e secar. Com três a seis sessões é possível concluir o tratamento.

O método é feito através de anestesia e é recomendado que o paciente esteja acompanhado. O procedimento é rápido e libera o indivíduo em seguida do seu término. A recuperação consiste em uma alimentação baseada em líquidos, mas somente durante os primeiros dias após a sessão.

Quais as Causas das Varizes Esofágicas?

Alcoolismo causa varizes esofágicas

A principal causa das varizes esofágicas é a cirrose hepática, entretanto, ainda pode ser que elas apareçam devido a causas diversas onde muitas ainda desconhecidas.

Dentre algumas delas estão a geração das varizes esofágicas por esquistossomose, trombose de veias porta, esplênica ou supra-hepática.

Existem alguns fatores de risco sobre as varizes esofágicas que precisam dar maior atenção ao problema, dentre eles, estão pessoas que possuem:

  • Vírus da hepatite B e C;
  • Alcoolismo;
  • Doença hepática gordurosa não alcoólica;
  • Hepatite autoimune;
  • Doenças metabólicas como hemocromatose hereditária.

No vídeo abaixo o doutor hepatologista Henrique Sérgio Coelho fala mais sobre as varizes esofágicas e o sobre a identificação dos sintomas.

Fontes

http://www.scielo.mec.pt/pdf/ge/v19n1/v19n1a02.pdf 

http://www.repositorio.ufop.br/bitstream/123456789/3791/1/ARTIGO_Hipertens%C3%A3oPortalRevis%C3%A3o.pdf

Post criado 3

Um comentário sobre “Saiba Tudo sobre as Varizes Esofágicas e como Tratar o Problema Definitivamente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo